Como diminuir os alagamentos da cidade

Alagamentos na Cidade

Basta as nuvens escuras anunciarem chuva sobre a cidade de São Paulo para que o cidadão paulistano fique apreensivo. Não precisa ser torrencial, aquela de grande intensidade.

Ultimamente, uma chuva média já basta para que partes da cidade fiquem submersas. Mas se ela não necessariamente é de grande intensidade, o que causaria os constantes alagamentos que tanto atormentam os moradores da cidade? Em parte, poderíamos atribuir ao poder público por não utilizar todo o seu esforço para modernização do sistema de captação de águas pluviais, prevenção e limpeza, com 100% de eficiência. Mas vamos falar aqui da responsabilidade da outra parte: do próprio cidadão inconsciente.

Devido ao excesso de impermeabilidade do solo na cidade de São Paulo, conseqüência única da completa concretização de sua superfície, utiliza-se o sistema de captação de águas das chuvas através de bueiros, ralos e bocas de lobo, presentes em praticamente todos os quarteirões da cidade. Além disso, consiste como parte do princípio do saneamento básico a correta destinação ao esgoto doméstico, galerias de redes pluviais e piscinões para contenção de alagamento, completando todo o sistema de captação.

Toda a capacidade de escoamento das águas da chuva poderia ser satisfatória se a própria população fizesse sua parte colaborando com a correta destinação de objetos descartáveis e lixos. Dados da pesquisa nacional de saneamento básico apontam que 47% dos municípios que tiveram problemas com alagamentos, foi graças à obstrução dos bueiros e bocas de lobo.

Desta forma, a melhor maneira de se evitar que a população sofra com os problemas causados pelos alagamentos, é tomar consciência de sua responsabilidade seguindo algumas dicas básicas:

  • Não se deve jogar lixo nas ruas, independentemente se não houver lixeiras por onde se estiver. O ideal é guarda-lo e destiná-lo ao local de descarte correto quando houver a possibilidade.
  • No caso de residências, é recomendado que se tenha lixeiras instaladas em lugares altos para evitar que animais remexam o lixo e também que a chuva possa arrastá-lo com facilidade.
  • A educação para que não se crie o hábito de se descartar lixo pelas ruas, deve começar desde cedo. É preciso conscientizar as crianças das conseqüências do descarte incorreto.
  • É importante separar os gêneros de lixos domésticos por categorias de descartáveis, como latas, plásticos, etc, não apenas para facilitar na coleta seletiva, mas também para que a destinação de cada um deles seja feita corretamente, evitando que um ou outro material fique pelo caminho.
  • Por fim, diminua a impermeabilidade do solo de sua residência cultivando jardins e florais, pois, além de melhorar o visual da casa, também diminui o fluxo de água em direção ao bueiro.

A conscientização da população é o princípio básico para que tenhamos menos transtorno nos dias de chuva. Mas, em caso de entupimento de redes de esgoto, adutoras, canos, ralos, etc, residencial ou comercial, contate a Limptec. A empresa utiliza modernos equipamentos para a desobstrução de qualquer diâmetro de encanamento utilizando ferramentas e métodos apropriados para que o serviço seja realizado rapidamente e sem transtornos. A Limptec aposta na conscientização da população para a diminuição dos transtornos do dia-a-dia. Mas, caso necessário, estará em prontidão para solucioná-los.

Limptec. Solucionando com eficiência, rapidez e qualidade.

Fonte: culturamix / gazeta do povo